Institucionalização do Programa Mulheres Mil

Representantes do Conselho Nacional das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais (CONDETUF) e equipe Técnica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica  do Ministério de Educação ( SETEC/MEC) reuniram-se neste mês de março,  entre os dias 8 e 9, em Brasília, sendo os trabalhos conduzidos pela Professora Jussara Maysa Campos. Na pauta estava a Institucionalização do Programa Nacional Mulheres Mil, elaboração de Referenciais para o Processo de Institucionalização e sua implementação, definir encaminhamentos relativos ao grupo de trabalho (GT) de maneira a abranger os diferentes contextos e características a serem contempladas em um processo de institucionalização. O Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas (CODAI) se fez presente por meio da participação da Coordenadora Adjunta do Pronatec Mulheres Mil, a professora Aurenice Pontes Loio Vaz.

 

 

Além da pauta principal, durante a reunião foram apresentados os resultados alcançados  sobre a oferta dos Cursos do Pronatec Mulheres Mil pelas instituições integrantes. Este programa tem como missão ”Garantir o acesso de mulheres e pessoas que se identificam como gênero feminino, em vulnerabilidade social, à educação profissional e tecnológica, promovendo a equidade de gênero, a inserção socioprofissional e combate a violência, assegurando os princípios metodológicos do programa Nacional Mulheres Mil”

 

 

O CODAI, vem desde 2014 desenvolvendo este Programa vinculado ao Pronatec com cursos de Formação Inicial Continuada, com metodologia específica, de Acesso, Permanência e Êxito, em diversas áreas, como Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Gestão e Negócios, Turismo, Hospitalidade e Lazer e Saúde em 15 municípios, atendendo mulheres historicamente em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade, sob a coordenação adjunta das Professoras Aurenice Pontes Loio Vaz e Suely Alves de Lima Agra, os cursos são divididos em módulo central com componentes curriculares ligados a empoderamento feminino, relações interpessoais, oficinas de Conhecimento e Autoestima, Direito da mulher, Saúde da mulher,  Noções de ética, Cidadania, Empreendedorismo e o módulo de qualificação profissional.

 

mulheres mil